CIAO ITALIA!

July 8, 2018

 

Já algum tempo que especialmente ela sonhava com uma viagem ao coração de Itália. Eu já havia visitado Florença e Roma e tinha ficado apaixonado pela cultura, história e gastronomia Italiana. Como sempre falei bem do país o desejo dela em visitar o país foi crescendo cada vez mais.
Planeámos por isso uma verdadeira aventura, uma daquelas aventuras de malas às costas e em constante movimento que passasse por alguns dos pontos mais importantes da Ligúria e Toscânia.
Mas antes sequer que o nosso avião tocasse solo italiano fizemos uma escala de 12 horas em Paris.
Bem cedo e de malas às costas partimos para o centro de Paris, pequeno-almoço junto à Catedral de Notre Dame, passeio junto ao Sena passando pelos jardins des Tuileries e finalmente um piquenique junto à Torre Eiffel. Sem dar por ela já tínhamos andado perto de 16km e o dia ainda estava a meio. Por isso voltámos ao aeroporto para então sim rumar a Génova e dar início à nossa aventura!

 

Please scroll down to English Version

Paris

deliciosas iguarias francesas | delicious french pastries


Confesso que não tínhamos planeado ver nada em Génova, no início dos nossos planos esta cidade era só o ponto de partida para a nossa aventura, o sítio onde iríamos alugar o carro e partir à aventura da Ligúria e Toscana!
Contudo e como só podíamos levantar o carro à tarde demos-lhe uma oportunidade, arrancámos bem cedo, de mapa na mão, sem direcção mas com uma vontade imensa de nos começarmos a envolver na cultura italiana. À medida que descíamos as ruas começamos a apaixonar-nos. Ruas limpas, cheias de pessoas mas sem a confusão de turistas em excesso, e bem decoradas. Os chapéus-de-chuva tão característicos das ruas de Génova dão lhe um brilho especial, um charme muito próprio e permitem imagens lindíssimas, especialmente quando o sol brilha sobre elas.

 

Genoa

chapéus-de-chuva flutuantes nas ruas de Genova | floating umbrellas in the streets of Genoa

 

Depressa atravessámos a zona histórica da cidade e chegámos ao porto. Porto de onde diariamente saem navios cruzeiros que tal como nós procuram uma jornada de aventura! Do porto começamos a ver também as encostas da periferia da cidade repletas de típicas casas italianas que se debruçam sobre o mar na baía.

 

A hora de almoço começava a aproximar-se e com ela a vontade de finalmente mergulhar na gastronomia italiana, fugimos dos turistas e encontramos, escondido por entre as ruelas da zona histórica uma fantástica foccaceria! Antico Forno della Casana, mal chegámos fomos recebidos por dois enormes sorrisos e um cheiro maravilhoso a pão acabado de sair do forno! Esta é uma antiga padaria que foi renovada, todos os produtos parecem maravilhosos e tivemos a sorte de logo ali experimentar algumas das melhores focaccias que iríamos comer durante a nossa aventura.

 

Genoa - Fiori di Zucca

flor de courgette numa banca de legumes e frutas | zucchini flower in vegetable and fruit stand

 

Genoa - Antico Forno della Casana

deliciosas focaccias | delicious focaccias

 

Genoa - Antico Forno della Casana

especialidades de Génova | typical Genoese vegetable pies

 

Após uma manhã pelas ruas de Génova iniciámos uma outra aventura muito particular em Itália: conduzir pelas estradas italianas, de início custou um pouco a habituarmos-nos a um estilo diferente de condução (outros dirão mais agressivo, eu prefiro chamar-lhe diferente e muito peculiar). Após alguns quilómetros parámos junto a Santa Margherita Ligure a caminho de Portofino, uma aldeia piscatória na Riviera Italiana. Mais uma vez deixámos nos maravilhar pelas fantásticas paisagens, pela cor deslumbrante da água do mar e por um outro pecado italiano: o gelado! Parece que o próprio cenário que vamos vivendo vai dando ao que comemos um sabor especial!

Se também estiverem a pensar ir até Portofino, não se esquecem do fato de banho! Foi o nosso maior erro não o termos levado, a caminho de Portofino passámos por uma praia fantástica na Baia di Paraggi e valia a pena mergulhar naquelas águas!

 

Santa Margherita Ligure - Baia di Paraggi

as lindas vistas a caminho de Portofino | gorgeous views on the way to Portofino

 

Santa Margherita Ligure - Baia di Paraggi

as lindas vistas a caminho de Portofino | gorgeous views on the way to Portofino

 

Santa Margherita Ligure

as lindas vistas a caminho de Portofino | gorgeous views on the way to Portofino

 

 

Portofino

a entrar na área de Portofino | entering in the area of Portofino

 

Portofino

caminho pedestre para Portofino | pedestrian path to Portofino

 

Portofino

porto de Portofino | port of Portofino

 

Posto isto, voltámos ao nosso carro e às estradas italianas, cerca de 30 quilómetros depois, muitas buzinadelas, e muitas curvas e contra-curvas enquanto subíamos as montanhas, chegámos a Carro, uma pequena aldeia bem no alto de uma montanha longe de tudo e de toda a confusão dos centros turísticos. Jantámos num pacato restaurante típico italiano Locanda del Porcino, eu deliciei-me com uns gnocchi (já aqui vos tinha deixado a minha receita) e ela com uma pasta genovesa! No fim do jantar assistimos a um espectáculo só possível de ver a quem está num lugar tão remoto: pirilampos, literalmente milhares de pirilampos conduziram-nos por estradas sem luz desde o restaurante até à casa onde dormimos, uma imagem que vai com certeza ficar gravada na nossa memória.

 

Dia seguinte: já desejava este dia desde o início da viagem, ele nem tanto, acho que não sabia bem o que esperar do dia que nos aguardava. Bem cedo descemos novamente da montanha em direcção ao mar e a La Spezia para visitarmos a Cinque Terre, mais uma vez ele fartou-se de buzinar pelas estradas, acho que ao segundo dia de condução ele já se começa a integrar entre os italianos! Chegámos bem cedo a La Spezia, mas nem assim foi suficiente para conseguir estacionar perto do porto, por isso depois de uma caminhada de dois quilómetros chegámos então ao centro de La Spezia.

Tínhamos duas opções para chegar a Cinque Terre: barco ou comboio. Apesar de mais caro, preferimos partir de barco para a nossa viagem, e a verdade é que não nos arrependemos, a chegada de barco a cada uma das Terre é única, as maravilhosas escarpas esculpidas pelas casas que se aproximam mais e mais do mar, as cores únicas que vemos, tudo é de facto maravilhoso, valeu a pena a espera e ele também ficou encantado.

 

Cinque Terre - Riomaggiore

uma das encantadoras Cinque Terre | one of the beautiful Cinque Terre

 

Cinque Terre - Manarola

água turquesa em Manarola | beautiful turquoise water in Manarola

 

Cinque Terre - Manarola

uma das encantadoras Cinque Terre | one of the beautiful Cinque Terre

 

Desde o início que a Terre que mais me apaixonava era Manarola! E esta não desiludiu, desta vez não nos esquecemos do fato de banho e após visitarmos Manarola experimentámos finalmente um mergulho no Mar Mediterrâneo, de facto Manarola não é só um bonito postal, todo o ambiente que vivemos, os cheiros de comida que sentimos, e os mergulhos que demos transportam-nos para outra dimensão.

Seguimos depois até Vernazza e esta também não desiludiu, as focaccia e as lojas com produtos típicos encheram-nos as medidas! É tão bom a cada esquina poder descobrir uma nova coisa e viver uma nova experiência. Nesse momento, e após as previsões de chuva o sol brilhava, mas durante a viagem até Monterosso um diluvio abateu-se sobre a nossa travessia, para acalmar mal chegámos ao cais naquela que seria a nossa última Terre a visitar. De regresso ao barco parámos ainda em Portovenere, considerada a Sexta Terre, é igualmente um ponto de paragem obrigatório seja para banhos ou para visitar a pequena vila, nós aproveitámos para visitar o Castelo Doria que nos permitiu ter uma vista espectacular!

Nesta altura, já ele tinha saudades do seu carro e por isso fizemos-nos novamente à estrada em direcção a uma pequena localidade já em plena Toscana perto de Lucca: Molina di Quosa-rigoli! Bem mas a Toscana é outra aventura! Aguardem-nos que ainda temos muito para vos contar!

 

Continua...

 

Cinque Terre - Vernazza

produtos tradicionais de Ligúria  | traditional products of Liguria

 

Cinque Terre - Vernassa

produtos tradicionais de Ligúria  | traditional products of Liguria

 

Cinque Terre - Monterosso

última das Cinque Terre | last one of the Cinque Terre

 

 

English Version

 

For some time, and specially her, we dreamed with a trip to the heart of Italy. I had already visited Florence and Rome and had fallen in love with the Italian culture, history, and cuisine. As I have always talked so well about the country, her desire to visit Italy has been growing more and more.

So we decided to plan a true adventure, one of those adventures with bags on the back and inconstant movement to visit some of the most important points of Liguria and Tuscany.

But even before our plane touched Italian soil we did a 12-hour stopover in Paris.

Early in the morning, with bags on our backs, we set off for the center of Paris. From a breakfast next to the Notre Dame Cathedral, a walk along the Seine through the gardens of the Tuileries and finally a picnic near the Eiffel Tower we really had it all. Unconsciously, we had already walked about 16 Km and the day was still halfway through. So we went back to the airport and then headed to Genoa to start our adventure!

 

I confess that we had not planned to see anything in Genoa, at the beginning of our plans this city was only the starting point for our adventure, the place where we would rent the car and leave for the adventure of Liguria and Tuscany!

However, since we could only get the car in the afternoon we gave it a chance. We started early, map in hand, without a defined direction but with a great desire to get involved in Italian culture. As we went down the streets we began to fall in love. Clean streets, full of people but without the hassle of tourists in excess, and well decorated. The umbrellas so characteristic of the genoa’s streets give it a special shine, a very own charm and allow beautiful images, especially when the sun shines on them.

Quickly we crossed the historic part of town and reached the port. Port from where cruise ships depart daily as we seeking for adventure! From the port, we also see the slopes of the outskirts of the city full of typical Italian houses that lean over the sea in the bay. Lunchtime began to approach and with it the desire to finally experience a true Italian gastronomy, we fled the tourists and found, hidden among the alleys of the historic area a fantastic foccaceria!

Antico Forno Della Casana, when we arrived we were greeted by two huge smiles and a wonderful smell of freshly baked bread! This is an old bakery that has been renovated, all products look delicious and we were lucky to soon experience some of the best focaccias we​ would eat during our adventure: the softness of the dough and the crunchiness of the surface​ is extraordinary. If someday you enter in this bakery do not forget to also try the typical Genoese vegetable pies.

 

After a morning through the streets of Genoa, we started another special adventure in Italy: driving on the Italian roads. It started a little bit to get used to a different style of driving (others will say more aggressive, I prefer to call it different and much peculiar). After a few kilometers, we stopped by Santa Margherita Ligure in our way to Portofino, a fishing village on the Italian Riviera. Once again we marveled at the fantastic scenery, the dazzling color of the sea water and another Italian sin: the ice cream! It seems that the scenario where we are gives to what we eat a special flavor!

If you are also thinking about going to Portofino do not forget your swimsuit! It was our biggest mistake, we did not take it and on the way to Portofino we passed by a fantastic beach in Baia di Paraggi! It is worth diving in these waters!

 

After that, we returned to our car and to the Italian roads, about 30 kilometers later, many honks, and many twists and turns as we climbed the mountains, we reached Carro, a small village high on a mountain far from everything and the confusion of tourist centers.

We had dinner in a quiet Italian restaurant Locanda del Porcino, I delighted with some gnocchi (we already left you my recipe here) and she ate a Genoese pasta! At the end of the dinner we watched a magical moment only possible to see in such a remote place: fireflies, literally thousands of fireflies led us through lightless roads from the restaurant to the house where we sleep, an image that will surely be recorded in our memory.

 

Next day, the day that I wanted since the beginning of the trip, he, not so much, I think he was not quite sure what to expect from the day that awaited us. Early on we descended again from the mountain towards the sea and La Spezia to visit the Cinque Terre, once again he was full of honking on the roads, and I think by the second day of driving he was already beginning to fell an Italian!

We arrived very early in La Spezia, but even then it was not enough to park the car near the port, so after a two-kilometer walk we arrived in the center of La Spezia. We had two options to get to Cinque Terre: boat or train. Although more expensive, we preferred to leave by boat for our trip, and the truth is that we did not regret at all. The arrival from boat on each of the​ Terre is unique, the wonderful escarpments carved by the houses that approach more and​ more of the sea, the unique colors that we see, everything is indeed wonderful, it was worth the wait and he was also delighted.

 

From the beginning, the Terre that I fell in love with was Manarola! And this Terre did not disappoint! This time we didn’t forget the swimsuit and after visiting Manarola we finally experienced a dip in the Mediterranean Sea! Indeed Manarola is not only a beautiful postcard, the whole environment we live in, the food smells we felt, and the dives we took us to another dimension.

We then followed to Vernazza and this one also did not disappointed, the focaccia and the shops with typical products filled were amazing! It is so good to discover at each a new thing and live a new experience. At that moment, and after the rain forecasts the sun was shining, but during the trip to Monterosso it rained on our crossing, to calm down when we arrived at the port in what would be our last Terre to visit. We returned to the boat and stopped in Portovenere, considered the sixth Terre, it is also a must stop for dives or to visit the small village, we took the opportunity to visit the Doria Castle that allowed us to have a spectacular view!

 

By this time, he was already missing his car and so we made again our way to a small town already in the middle of Tuscany near Lucca: Molina di Quosa-rigoli! Well but Tuscany is another adventure! Wait for it, we still have a lot to tell you!

 

To be continued...

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

ABOUT US

We are Sónia and Diogo, we're from Lisbon and love all about Food!

RECIPES INDEX

LAST RECIPES

Please reload

SWEET RECIPES FOR WINTER

Captura de ecrã 2019-03-02, às 18.35.21_

INSTAGRAM

ÚLTIMAS RECEITAS

Please reload

MENU

  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon
  • Black Pinterest Icon
  • circle-64

COPYRIGHT © 2019 ALL RIGHTS DESERVED. THE HEALTHY SINS